Submeter Ideia
Topo

Prémio Inventor Europeu 2016

Prémio Inventor Europeu 2016

Este ano, a 9 de junho, o MEO Arena recebe, pela primeira vez, a cerimónia da 11.ª edição do Prémio Inventor Europeu.

Considerada a mais prestigiada distinção da Europa para os inventores de todo o mundo, no universo das patentes que tenham sido concedidas pelo Instituto Europeu de Patentes (IEP), o Prémio foi instituído em 2006 com a intenção de homenagear os inventores individuais e equipas de inventores cujas invenções pioneiras fornecem respostas para alguns dos maiores desafios do nosso tempo.

Em Portugal o IEP é representado pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

Foram 6 as categorias que estiveram a concurso: “Indústria”, “Investigação”, “Pequenas e Médias Empresas”, “Países não europeus”, “Prémio Carreira” e “Prémio Popular”.

Na categoria “Investigação” temos Elvira Fortunato e Rodrigo Martins, da Universidade Nova de Lisboa, que concorrem na categoria com a invenção de um transístor de papel apresentada como uma alternativa mais barata e energeticamente eficiente aos chips de silício.

Na avaliação, feita por júri, está em causa não só a originalidade tecnológica, como também pelo impacto económico e social que trarão.

Este Prémio, de elevado prestígio internacional, já contou com três vencedores que foram também laureados com o Prémio Nobel:

  • Peter Grünberg, vencedor da Edição de 2006, na categoria “Universidades e Instituições de Investigação”, laureado com o Prémio Nobel da Física em 2007;
  • Shuji Nakamura, finalista da Edição de 2007, na categoria “Países não europeus”; laureado com o Prémio Nobel da Física em 2014; e
  • Stefan Hell, finalista em 2008, na categoria “Prémio Carreira”, laureado com o Prémio Nobel da Química em 2014.

 

Se pretender mais informações sobre este Prémio consulte a página do Instituto Europeu de Patentes (European Patent Office)