Submeter Ideia
Topo

Código Civil de malas feitas de Lisboa para Santo Tirso

Código Civil de malas feitas de Lisboa para Santo Tirso

A Exposição dos 50 Anos do Código Civil vai de malas e bagagens para Santo Tirso.

Depois de Lisboa e do Porto, os espaços da Fábrica de Santo Thyrso vão revestir-se de imagens, documentos, livros, objetos, filmes… de 50 anos de história do Código da Cidadania. Passado, presente e futuro daquela que é uma das peças legislativas mais importantes do Direito Português, que nos acompanha logo desde o nascimento e ao longo de toda a nossa vida. A exposição, concebida para ser apreciada e compreendida por todos e não só para visitantes com formação jurídica, mostra como o Código Civil está presente em momentos essenciais da nossa vida, tutelando os direitos do cidadão.

Mais de 2000 cidadãos, nacionais e estrangeiros, já visitaram a exposição nos 3 locais em que já esteve patente: Espaço Justiça, Lisboa – Tribunal da Relação do Porto – Centro de Estudos Judiciários, Lisboa.

 

Para além das peças que compõem esta exposição itinerante, em Santo Tirso será exposta, pela primeira vez, a base do elemento escultórico em gesso, da autoria de António Duarte, criado para a exposição sobre o Código Civil realizada em 1966. A peça em causa, que originalmente tinha a dimensão de cerca de 3,5 metros de altura, foi recuperada dos depósitos do Ministério da Justiça/Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais e encontra-se representada no seu formato original, embora em dimensões bastante reduzidas, através da maquete concebida por aquele escultor e cedida pelo Centro de Artes das Caldas da Rainha.

Com inauguração marcada para 1 de outubro, pelas 16.00H, a exposição que conta com a iniciativa da autarquia de Santo Tirso, tem ainda o apoio da Câmara Municipal de Santo Tirso e da Delegação de Santo Tirso da Ordem dos Advogados, e estará patente até ao dia 9 de Outubro, todos os dias entre as 9.00H e as 17.30H (exceto no feriado) e é aberta ao público em geral.

 

Nos dias 7 e 8 de outubro integrará ainda o colóquio «O Código Civil 50 anos depois: balanço e perspetivas».

Promovido pela Delegação de Santo Tirso da Ordem dos Advogados, o colóquio terá lugar também na Fábrica de Santo Thyrso e contará com inúmeras palestras e a presença de Professores das Faculdades de Direito das Universidade de Coimbra, de Lisboa e do Porto, das Faculdades de Direito da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade do Minho, da Faculdade de Direito da Universidade Católica/Centros Regionais de Lisboa e do Porto, bem como do Instituto Politécnico do Porto. Veja aqui o programa.