Submeter Ideia
Topo

Número de ações cíveis pendentes no 3.º trimestre de 2016 foi mais baixo desde 2007

Número de ações cíveis pendentes no 3.º trimestre de 2016 foi mais baixo desde 2007

 

As ações cíveis pendentes atingiram, no 3.º trimestre de 2016, o valor mais baixo desde 2007, se comparado com o períodos homólogos. Em comparação com o mesmo período de 2015, a ações cíveis pendentes registaram um decréscimo de 10%.

O disposition time, no 3.º trimestre de 2016 registou uma melhoria de menos 47 dias do que no período homólogo anterior, no mesmo trimestre registou-se ainda o valor mais baixo de duração média das ações cíveis findas, desde 2007.

Aceda aos boletins estatísticos da DGPJ